Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

posts recentes

É UM MENINÃO!!!

Contagem Regressiva...Men...

Barriguinha de 14 semanas...

Depoimento de um novo pap...

Presentinhos de Natal!!!

Primeira U.S...Emocionant...

Orgulhosamente grávida!!!

Sentimentos na Gestação.....

Dieta para Gestantes

Sentimentos

arquivos

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

As minhas fotos

blogs SAPO

subscrever feeds

Desenvolvimento do nosso Bebê

pregnant
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

e como mágica, tudo muda! depoimento de um novo papai...


 

Não, não havia planejado ter um filho agora, não nessas circunstâncias... mas há tempos vinha pensando seriamente nisso, "os 30 anos estão chegando, tá na hora de colocar um filhote no mundo" ... certa vez  um amigo meu que acabara de ser pai me perguntou: "mano, você acha que já amou muito alguém?"  e eu respondi: "pow, eu já amei sim mano" e ele me disse de forma vêemente: "esqueça, esqueça todo o amor que vc já sentiu por alguém, quando tiver seu filho você vai descobrir que na verdade nunca amou ninguém na sua vida"  O que ele me disse me marcou muito, fiquei imaginando que de fato deveria ser um sentimento incrível, insuperável, único... não posso morrer antes de sentir essa tão peculiar forma de amor, e determinei, até no máximo os 30 anos terei meu filho, e que Deus coloque uma mãe maravilhosa no meu caminho... então teoricamente ainda teria uns 3 anos pela frente para me preparar para ser pai.

 

Mas sempre nos esquecemos que por mais que a gente tente programar os acontecimentos da nosso vida, as coisas só acontecem na hora que devem acontecer, por motivos que não temos capacidade de compreender, a vida parece sempre querer nos surpreender, nos pregar peças, nos dar belos sustos...

 

Quando recebi o telefonema da minha namorada com a notícia da gravidez, uma mistura louca de pensamentos e sensações invadiu minha mente, não sabia se chorava ou ria, não sabia que ficava contente ou desesperado... a primeira decisão importante que tivemos que tomar naquele momento foi "não vamos tirar essa criança, aborto jamais!" ... apesar de estar confuso e assustado a minha fé em Deus me manteve firme, se Ele enviou esta criança num momento tão inesperado, é porque ele tem um grande plano para nós, seria feita a Sua vontade. Nesse momento, como mágica sentí de imediato uma sensação estranha, porém ela me confortava, a ficha estava caindo, eu vou ser papai, eu vou ser papai, não parava de repetir isso na minha cabeça... e por fim me deixei emocionar... sentí uma alegria gigantesca, e foi uma sensação maravilhosa...

 

Os dias seguintes continuaram confusos, não parava de pensar nisso, pensava na minha situação financeira, me angustiava imaginar não ter grana suficiente pra dar uma vida digna a meu filho, ao mesmo tempo sorria, vou ser pai, meu Deus, vou ser pai... e os olhos enchiam de lágrimas... com o tempo essa situação de susto foi passando, e com clareza eu e a futura mamãe começamos a planejar nossas vidas daqui pra frente, com calma, e a cada dia me via mais envolvido com a gestação dela, a cada dia me sentia mais "pai"... falamos sobre nomes, sobre procurar casa pra morar, como será a decoração do quartinho dele ou dela... cores... roupas... tudo... tudo relacionado à bbs e mamães passou a me chamar muita atenção, comecei a devorar sites relacionados, toda informação era relevante... e dentro de todo esse processo pude sentir de forma nítida um grande amor plantado no meu coração... durmo e acordo pensando no meu filhotinho, ligo pra mamãe quase que o dia todo pra saber se ela está bem, se está se alimentando direitinho...

 

tudo mudou como mágica, nada mais parecia ter importância, tudo simplesmente se tornou inexpressivo e irrelevante frente ao meu filho dentro da barriga da minha mulher... incrível... me envolvi tanto que engravidei junto com ela... passei a sentir enjôos, sentir fadiga e muito sono... até engordei junto com a mamãe... rs... estamos ainda no início de todo o processo, é a fase mais delicada e minha preocupação com eles é enorme, rezo muito a Deus para que permita que nosso filhote cresça com saúde e perfeitinho... comecei a entender o que aquele amigo meu tentava me dizer... o que já sinto hoje por meu filho que tem apenas 4mm não caberia em toda a superfície do nosso planeta.

 

 

sinto-me: confiante
música: "breathe" - Pink Floyd
publicado por À espera do(a) nosso(a) Pequenino(a) às 18:09

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De À espera do(a) nosso(a) Pequenino(a) a 13 de Novembro de 2008 às 17:15
Lindoooo Papai!!!

Amamos vc...

Comentar post

links